3.ª TAÇA DA LIGA CONSECUTIVA!!! CARREGA BENFICA!!

 

O Sport Lisboa e Benfica conquistou, este sábado, a Taça da Liga pela terceira vez consecutiva. Na final, disputada no Estádio Cidade de Coimbra, a equipa de Jorge Jesus coroou o seu domínio sobre o Paços de Ferreira com os golos de Franco Jara e Javi García.

Com o objectivo de enriquecer um palmarés que fala por si, o Benfica começou desde muito cedo a colocar em sentido a defesa do Paços de Ferreira. Saviola, aos quatro minutos, deu o mote com um remate poste à baliza de Cássio.

A superioridade dos pupilos de Jorge Jesus foi consumada aos 17 minutos, altura em Jara correspondeu a um cruzamento de Fábio Coentrão da melhor forma. O avançado argentino marcou um belo de cabeça.

O Paços de Ferreira apresentou-se muito fechado e não criou praticamente nenhuma situação junto da baliza de Moreira, que foi chamado por Jorge Jesus para defender as redes “encarnadas”. Num dos poucos lances em que chegou à área do Benfica, os pacenses arrancaram uma grande penalidade aos 29 minutos. O árbitro Pedro Proença considerou falta de Maxi Pereira sobre Pizzi na área, mas as imagens mostram que o jogador contrário forçou o contacto. Mas “Deus escreveu direito por linhas tortas” e Moreira travou o castigo máximo de Manuel José, mantendo o Benfica na frente do resultado (1-0).

A equipa de Jorge Jesus ampliou a vantagem perto do intervalo. Após um livre cobrado por Carlos Martins, Luisão surgiu na área a assistir Javi García para este facturar com relativa facilidade (42’).

No final da primeira parte, o Benfica viu o árbitro Pedro Proença voltar a errar. Saviola foi claramente derrubado na área pacense por Cohene, mas o juiz nada assinalou.

Apesar de a segunda parte não ter começado bem para o Benfica, fruto de um autogolo de Luisão (50’), a verdade é que o controlo da partida nunca foi perdido, sendo que a vantagem podia ter sido novamente ampliada pelos “encarnados”.

O jogador do Paços de Ferreira André Leão quase traiu o seu guarda-redes Cássio, ao fazer um desvio de cabeça para a trave (53’), não esquecendo os remates perigosos de Cardozo (71’ e 76’), principalmente o primeiro. No final, Luisão também ameaçou de cabeça (90’).

O Benfica respondeu muito bem à derrota da Taça de Portugal e conquistou um troféu que assume cada vez mais importância no futebol português. Depois de ter vencido o Sporting e o FC Porto nas duas edições anteriores, a equipa da Luz bateu um Paços de Ferreira que foi um digno vencido.

O Benfica apresentou a seguinte equipa: Moreira; Maxi Pereira; Luisão, Jardel e Fábio Coentrão, Javi García, Carlos Martins (César Peixoto, 60’), Aimar (Felipe Menezes, 90’) e Jara; Cardozo e Saviola (Airton, 68’).


 

ver vídeo

Taça da Liga: Benfica 2-1 P. Ferreira

GRANDE REMATE DE magalhaes-sad-slb às 00:52 | favorito