BORDÉUS 2 BENFICA 3 - VENHAM OS QUARTOS DE FINAL DA LIGA EUROPA!

 

Vencemos e bem! Desde outubro que não perdemos contando todas as competições. Cardozo ultrapassou Nené nos melhores marcadores de sempre do Benfica nas competições Europeias e Jorge Jesus iguala registo de Otto Glória, sendo o 3.º com mais vitórias...

 

Hoje não tenho tempo disponível para comentar o jogo de ontem pelo que vou recorrer a este enorme Blogue Benfiquista e "roubar-lhe" a análise ao jogo de Bordéus.

 

FORÇA BENFICA E BENFICA SEMPRE!!! 

 

Atentem na fotografia. O Matic no fim verão passado era o nome mais (mal) falado enquanto se lamentava as irresponsáveis vendas de Witsel e Javi, hoje em dia dois valiosos e atentos espectadores na televisão das provas da UEFA. Jardel andou pela equipa B, caladinho e mostrando grande profissionalismo cumpriu o seu papel na equipa secundária. Jogou ao lado de Garay quando Luisão esteve suspenso e sempre que foi preciso. Roderick passou meia temporada no Corunha, voltou em Janeiro e foi para a equipa B. No ciclo em que o treinador começou a rodar o plantel foi contemplado com jogos à frente da defesa e hoje jogou na sua posição.

Só para lembrar que o Matic sozinho no meio campo ia ser ridículo, o Jardel como 3º central não oferecia garantias e Roderick no "11" titular ia ser uma tragédia. No jogo da 1ª mão na Luz assobiou-se a equipa porque o 1-0 era curto e os adeptos exigiam mais. Hoje voltámos a vencer pela margem mínima com uma equipa algo remendada e sem termos feito um jogo deslumbrante. A parte positiva é que os muitos milhares de benfiquistas que invadiram o estádio do Bordéus não devem saber assobiar.

 

Desde que Jorge Jesus chegou ao Benfica andamos sempre entre os 8 últimos da nossa competição europeia. Temos ganho muitas vezes longe de casa e hoje em dia tudo parece muito normal e natural. Realmente é porque o Benfica construiu a sua glória com caminhadas europeias inesquecíveis. É bom lembrar um pormenor: é que foi Jesus a recolocar o Benfica no patamar superior da Europa! Sim, ainda não ganhou nenhuma prova europeia mas também aqui há um pormenor que estamos todos a esquecer; em 109 anos de história o Benfica venceu por duas vezes uma prova europeia. Duas vezes! Não ganhou 50, nem 20, nem 10, nem 5. Ganhou duas vezes. Se andarmos regularmente entre os últimos 8 clubes sobreviventes nas provas da UEFA estamos mais perto de voltar a ganhar, agora exigir vencer a Liga Europa ou a Liga dos Campeões é pura demagogia. O Benfica tem é que lutar para ganhar sempre e isso tem acontecido como há muito não se via por estes lados.

Jesus no Benfica tem 140 vitórias, 31 empates e 29 derrotas. Há quem esteja mortinho por um tropeção ou uma inesperada derrota para poder dizer que as 140 vitórias são insignificantes quando já teve 60 jogos a perder ou a empatar.

 

Hoje o Benfica soube sofrer, soube admitir que foi à luta com alguns jogadores pouco rodados mas nunca se encolheu e conseguiu estar sempre no comando do marcador. Quando viu o Bordéus igualar a partida, nunca a eliminatória, a resposta foi à Benfica. Suponho que os dois golos de Cardozo tenham irritado benfiquistas ilustres como a querida Marta Rebelo , assim como os golos do Bordéus tenham suscitado uma onda de assobios por essas salas de jantar e cafés ao longo do país. Compreende-se. Os benfiquistas são exigentes, querem sempre mais e estão habituados a ver o Benfica ganhar sempre tudo e em qualquer lado. Quer dizer, não estão mas vivem como se estivessem. E quando as coisas saem bem como hoje somos todos Benfica. Quando saem menos bem e ganhamos assobia-se e mostram-se lenços brancos para que os jogadores saibam quem manda e que não nos enganam. Quando as coisas correrem mal estamos cá para ver. Neste momento nenhum benfiquista admite perder um jogo na Taça de Portugal, no campeonato ou na Liga Europa. A partir de agora é que vai ser a sério. O problema é que a malta já leva mais de 40 jogos no bucho e , infelizmente, nem contamos com o factor "fruta" nem os jogadores são super heróis que não se cansam.

A vitória em Bordéus foi excelente, o caminho está a ser bonito e domingo há mais. É assim que eu gosto de viver as épocas de futebol. Na luta em vários campos. Tenho muito fresco na minha memória o que é estar anos e anos a jogar para cumprir calendário já por estas alturas. Era bom que todos se lembrassem disso e não fizessem uma injusta transição directa dos anos 60 (que nem viveram) para 2013 exigindo mundos e fundos a quem está a devolver a dignidade a um clube demasiado grande para ter passado o que passou em anos não tão distantes como isso.

 

Como estive na Luz em 1986 e ouvi na rádio a segunda mão em Bordéus ficando completamente frustrado, quero aqui agradecer ao nosso Benfica este apuramento. Ficou vingada aquela amarga eliminação, obrigado!

 

Hoje, acima de tudo, esta vitória foi para ti, Pequeno Genial!

 


GRANDE REMATE DE magalhaes-sad-slb às 11:15 | COMENTAR | favorito