«FC Porto cedeu por Hulk, Benfica foi firme por Witsel», diz dirigente do Anzhi

 

A contratação de Witsel e Hulk pelo Zenit continua a ser motivo de forte discussão na Rússia, pelos altos valores envolvidos na dupla operação (cada um custou 40 milhões de euros).

Ontem foi a vez de o dirigente de um dos adversários do emblema de São Petersburgo, o Anzhi Makhachkala, dar a sua visão do processo. German Tkachenko fez questão de diferenciar o comportamento dos clubes vendedores.

«Se Witsel valorizou cinco vezes mais desde que chegou ao Benfica? Sim, pois não foi possível comprar mais barato. Todos os clubes sabiam disso: Real Madrid, Manchester City e Zenit. As pessoas do Benfica sabem negociar. Anunciaram o preço e mantiveram-se muito firmes. Já o FC Porto começou por pedir 85 milhões de euros e baixou o preço na negociação. O Benfica foi firme e não cedeu», disse o analista russo, em entrevista ao jornal Sport-Express.

Refira-se que Tkachenko também é membro da empresa de agenciamento de jogadores, Prosport, e conhece de perto o mercado português. Foi ele, por exemplo, um dos responsáveis pela contratação de Andrey Karyaka pelo Benfica, no início da época 2005/06. Recentemente, foi ele quem tratou da transferência de Samuel Eto’o para o Anzhi. B

GRANDE REMATE DE magalhaes-sad-slb às 15:29 | COMENTAR | favorito
ETIQUETAS: ,